terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Estas críticas em questão....

Receber críticas sempre é bom para que possamos nortear nossas ações, corrigindo os erros, melhorando ações e atitudes. Mas isso quando são criticas que te levam ao progresso com a intenção de que você possa superar os problemas. Agora, quando são criticas de pessoas que, por algum motivo obscuro, querem simplesmente prejudicar os outros sem apresentar soluções ou ajudar com seus comentários, são coisas que devem ser ignoradas e muitas vezes nem merecem resposta, deixando as pessoas no vão da sua própria ignorância.

Agora mesmo lendo um blog, que a cada 10 matérias, uma tem alguma relação comigo de maneira jocosa, piadas indiretas e outros artifícios, vi novamente alguns detalhes que me entristecem. Em uma atitude clara de provocar, denegrir foram distorcidos alguns fatos de forma clara. Isso mesmo. A pessoa pegou um fato e deu uma versão diferente do real, e o próprio print que ela coloca mostra isso. Seria cômico se não fosse trágico. O cidadão diz que eu fiz um determinado comentário no twitter, sendo que ele foi a transcrição de um pronunciamento de um vereador.

Mas nada disso me atinge. Devo satisfação para ele, ou para alguém? Não! Por isso não vou responder nada, vou ignorar e fazer uma oração para o proprietário do blog (que não vou dizer qual para vocês não acessarem) pois sei que ele é espírita, apesar de não praticar os ensinamentos que ele aprende no centro, já que espalha tanto rancor.

E caso alguém chegue até o bendito texto e blog, avise que na primeira frase “Já a algum tempo venho acompanhando” está com um erro de português. O A após o JÁ é com H. Mas erros todos nós cometemos, português é uma língua difícil mesmo. E tem também a palavra espectograma que a verdade é espectrograma. Falar dos outros é fácil, difícil é fazer melhor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião sobre os textos e fatos divulgados no blog são muito importantes, por isso, serão analisadas e posteriormente, se estiverem de acordo com os temas, liberadas.
Forte abraço!!!