terça-feira, 18 de setembro de 2012

Com o chapéu dos outros

Nesta época de campanha eleitoral surgem muitos boatos, como já tratamos em outro texto. Entre algumas coisas fantasiosas e mirabolantes, outras notícias acabam gerando disputadas entre agremiações partidárias. É o caso de obras públicas, verbas governamentais, entre outras ações. Se uma ação traz algum benefício para sua cidade os políticos de cada partido correm para se tornar "Pai da Criança", sem DNA nem nada, dizendo que eles conseguiram aquilo com um esforço maior que de Hércules em seus trabalhos mitológicos.
Se consegue-se verba para construção de casas populares. O Político A do partido A sai gritando que ele conseguiu, seu partido fez e aconteceu. Já o B desmente e diz que se não fosse ele a coisa não andava. E no meio dessa disputa salivar está a população que não está nem um pouco interessada em quem conseguiu, contanto que a coisa aconteça.
A união de esforços das esferas municipal, estadual e federal, através da união das forças políticas e da comunidade se mobilizando que realiza qualquer ação. Então, todos temos uma parcela. Sentados lendo este texto ou ganhando altos salários em gabinetes com carpete quem tem mais ou menos importância nessa situação não é o ponto central, mas sim que devemos trabalhar juntos pelo bem comum para termos uma sociedade, uma cidade, melhor.

Um comentário:

  1. Concordo plenamente Augusto, principalmente com as verbas conseguidas pelo COMUDE com a participação da População atraves do voto nos Consulta Popular e Cidadã, a população não pode esquece de sua participação e que foi ela que escolheu a prioridades para o seu municipio. Célis

    ResponderExcluir

Sua opinião sobre os textos e fatos divulgados no blog são muito importantes, por isso, serão analisadas e posteriormente, se estiverem de acordo com os temas, liberadas.
Forte abraço!!!