quinta-feira, 13 de março de 2014

No outro lado do rádio...

Se ouvir rádio já é maravilhoso, imagina trabalhar em uma emissora. É uma enorme satisfação poder expressar uma ideia e conseguir se comunicar com uma enormidade de pessoas em um instante.
Mas se é divertido ouvir, fazê-lo nem se fala. Nos bastidores acontecem uma série de fatores que, como sempre digo, renderiam um livro que renderia diversas edições e com várias atualizações.
A participação de ouvintes é a alma de uma emissora. O termômetro do andamento da programação e da atuação do locutor e da equipe de produção. Só que o fascínio que o rádio exerce na vida de determinadas pessoas, em especial, acaba gerando situações bem interessantes.
Em comunidades menores onde as emissoras de rádio são as principais responsáveis pela comunicação no município, então, nem se fala. Nestes locais onde os comunicadores ficam mais perto da comunidade existe um contato que muitas vezes extrapola o ouvinte/locutor e as pessoas acabam se tornando amigas. O locutor é muitas vezes um ombro amigo, psicólogo, assistente social entre outras funções.
Também, as vezes, acontecem muitos "quadrinhos". Histórias que ficam no tempo e algumas acabam virando até lendas.
Como a história do repórter, que tão acostumado com a comunidade, onde todo mundo se conhecia, que entrou no ar para noticiar um acidente dizendo: "Estou aqui na esquina da Osório (Rua general osório) e da Osvaldo Aranha deu uma batida com o gol do "fulano" e o carro do"cilano". Repórter tal para rádio..". Que rica informaçaão, não é?
Já em relação as participações um fato é bem comum rodar uma musica e 30 segundos após o término da mesma alguém pedir para rodá-la novamente.Imagina. Rodar toda manhã a mesma música ia ser bom né? Pro cantor, sim...
Nosso site tem uma tag "Histórias do Rádio" onde já colocamos alguns "quadrinhos" do rádio e vamos investir mais na publicação de alguns novos. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião sobre os textos e fatos divulgados no blog são muito importantes, por isso, serão analisadas e posteriormente, se estiverem de acordo com os temas, liberadas.
Forte abraço!!!