segunda-feira, 31 de março de 2014

No Rádio e muito bem, obrigado!

Desde Fevereiro de 2014 retornei ao rádio. Depois de um tempo afastado retornei aos microfones e desta vez realizando um antigo sonho que era trabalhar na Rádio Liberdade AM de Canguçu-RS, emissora com mais de meio século de tradição em comunicação na região Sul e porque não dizer em todo o estado dado o reconhecimento que a emissora tem conquistado diariamente ao longo deste tempo no ar.
Voltei a trabalhar depois de um tempo desempregado. Estava trabalhando na assessoria de imprensa da Prefeitura Municipal de Canguçu e de lá saí no corte de Cargos em Comissão de Outubro de 2013 dado o mau momento financeiro da administração. Algo que eu não esperava, e que me deixou frustrado. Acreditava que teria uma continuidade maior no trabalho, mas foi uma opção do Prefeito e fizemos um acordo no estilo "ele entrou com o pé e eu com a bunda", saindo ali e óbvio que fiquei muito chateado por isso. Não por perder o emprego, somente, mas pela forma que foi. Ir trabalhar em um dia e no outro estar na rua sem menor explicação. Se ao menos dissessem que meu trabalho era ruim, que não gostavam da minha cara ou que não entrei no ritmo deles, sei lá. A única alegação é aquela do corte de despesas que usam quando não sabem o que te dizer pra te mandar embora. Tanto é que outras pessoas que foram demitidas na mesma época retornaram aos quadros administrativos, mesmo que sendo em outras funções.
Porém não há mal que perdure, não é? E mesmo passando por dificuldades financeiras em um breve período - sem dinheiro mesmo para pagar as contas - as coisas se ajeitaram e hoje ganho até mais do que ganhava na Prefeitura e me stresso muito menos. Tenho horário certinho, se faço mais ganho mais, não preciso ficar a disposição 24 horas por dia usando meus próprios equipamentos (como a câmera digital tinha que usar a minha já que a Prefeitura não dispunha de uma em boas condições de uso), notebook, tablet, entre outros acessórios pessoais. Claro que isso ninguém reconhece nem lembra.
O que me chateia é que agora no atual emprego me deparo com uma situação: a administração andando bem mal aqui na cidade e a rádio é um "filtro". Aqui tudo passa. As pessoas ligam e pedem para reclamar das ruas, das estradas, da saúde, do transporte escolar no ar e daí algumas pessoas que não aceitam críticas e não admitem que devem mudar sua atitude creditam a mim, isso eu, as infelicidades deles. Como se eu polemizasse porque estaria "mordido" por não trabalhar na Prefeitura. Ora, meus caros. É só andar nas ruas, conversar com as pessoas e ouvir a insatisfação que é quase unanimidade. Não estou inventando nada nem me aproveitando disso. É fato, é notícia, e seria divulgado independente de quem estivesse onde está.
Como já disse estou bem melhor. Ganhando mais. Tem males que vem para bem. Hoje até agradeço de não estar precisando ficar fazendo notícias quase forçadas de coisas que precisam de um empurrão do assessor de imprensa para virar notícia, dada a irrelevância de alguns fatos para a mídia. Estou bem, feliz, em um lugar com bons colegas de trabalho e com reconhecimento de todos ao meu redor.
Desejo, de todo o coração, como eleitor e irmão, que o Prefeito Gerson Nunes faça seu governo decolar, que a cidade melhore. Afinal, eu vivo aqui, uso os serviços de saúde, as estradas, tudo que todos precisam eu também preciso. É irresponsabilidade, como alguns oposicionistas de plantão fazem, simplesmente criticar e torcer que algo dê errado. Estaria sendo errado comigo mesmo vendo a cidade ser prejudicada.
Então, não venham com essa de mordido, de dor de cotovelo. Se não tem justificativa para argumentar de forma contrária as críticas, tenham pelo menos humildade de tentar reparar os erros e bola pra frente.

Além de tudo o fato de trabalhar na rádio também me ajuda no Canguçu em Foco - www.cangucuemfoco.com.br - já que posso utilizar muito do conteúdo da emissora - entrevistas, internet, computadores, etc - para produção de conteúdo. A notícia acaba chegando e fluindo mais. A interligação das duas mídias - rádio e internet - acaba me tornando até uma certa referência de notícias no município já que posso propagar a informação em vários formatos. 
Traduzindo: Como diz o gaúcho "tô dando coice de faceiro". A quem pensa o contrário...beijinho no ombro..kk

Um comentário:

  1. É isso ai meu líder!
    O bom profissional não fica parado por muito temo!
    Mesmo assim estou chocado com esta noticia!
    Pois pra mim você ainda estava na prefeitura.
    Mas!muitas vezes o que nos parece um desencanto da vida, quase sempre é um socorro oculto vindo de Deus!

    ResponderExcluir

Sua opinião sobre os textos e fatos divulgados no blog são muito importantes, por isso, serão analisadas e posteriormente, se estiverem de acordo com os temas, liberadas.
Forte abraço!!!