terça-feira, 24 de junho de 2014

Entrevista com fundador do Tholl - João Bachilli

Durante a 22ª Fenadoce conversei, rapidamente em entrevista para a Rádio Liberdade AM, com João Bachilli - diretor e fundador do grupo Tholl.

Histórico OPTC - Grupo Tholl 

A OPTC - Oficina Permanente de Técnicas Circenses foi criada, de fato, em junho de 1987 e de direito em abril de 2004, em Pelotas/RS. O Grupo Tholl foi agregado como nome fantasia desde 2006, data em que a montagem de circo-teatro "Tholl, Imagem e Sonho" conquistou a crítica e arrebatou plateias pelo Brasil.

A OPTC foi "acidentalmente" fundada em 1987 quando João Bachilli, liderando um grupo de amigos (todos atletas de ginástica olímpica competitiva e apaixonados pela arte circense), resolveu aliar todo aprendizado acrobático ao teatro e à dança. Surgiu então a ideia de realizar uma "oficina" objetivando selecionar mais integrantes e criar um grupo circense, um circo sem lona e picadeiro, mas atuando em teatros e na rua.

Várias performances foram montadas, todas de pequeno porte, no início utilizando somente a acrobacia como foco, depois incluindo a pirofagia, o malabarismo, técnicas de clown e pernas-de-pau.

O Grupo Tholl tem seu registro como associação civil, de direito privado, de caráter sócio-cultural, sem fins econômicos. Para o Grupo o foco principal que se prospecta é a excelência para novas montagens e o exercício da cidadania de cada um de seus integrantes em projetos de inclusão social e cunho cultural.

Hoje, o Grupo Tholl conta com três montagens em cartaz: "Tholl, Imagem e Sonho" e "Exotique", espetáculos circenses, e "O Circo de Bonecos", espetáculo teatral infantil. A responsabilidade social do Grupo Tholl está em oferecer oportunidade e trabalho à comunidade em geral e em ações filantrópicas e individuais (e na maioria das vezes anonimamente) que são praticadas ao longo de cada ano como exercício de cidadania de cada um de seus integrantes.

Os principais objetivos do Grupo Tholl, são: estimular o crescimento cultural de crianças e adolescentes com sua inserção no mundo das técnicas circenses, desenvolvendo atividades físicas e lúdicas; promover as técnicas circenses, conjuntamente com teatro e dança, em montagens de espetáculos com elevado padrão de excelência; difundir e desenvolver o pleno exercício da educação, proporcionando qualidade de vida à comunidade em que está inserida; exercer parcerias, diálogo local e solidariedade entre diferentes segmentos sociais, que visem interesses comuns com a arte.

Ouça a entrevista abaixo:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião sobre os textos e fatos divulgados no blog são muito importantes, por isso, serão analisadas e posteriormente, se estiverem de acordo com os temas, liberadas.
Forte abraço!!!