segunda-feira, 4 de julho de 2016

Comunidade Renascer, combate de dependência química, pede ajuda

A luta continua, é permanente. As necessidades também. Assim é a “vida” na Comunidade Terapêutica Renascer, com suas atividades de prevenção e combate à dependência química. A manutenção da estrutura da entidade prestadora dos serviços de apoio é o que mais pesa para os seus gestores. Além da sede e triagem, em Pelotas – rua General Neto, 491 – são duas unidades de acolhimento, masculino e feminino. As duas na zona rural do município, mais precisamente no distrito Monte Bonito. Na unidade masculina estão atualmente 38 internos; na feminina, 18.

“Precisamos de toda a ajuda possível para que possamos manter o serviço dentro de uma proposta digna, como sempre foi o objetivo da entidade”, observa o coordenador geral, Luciano Vargas, lembrando que atualmente a entidade passa por um processo de reformulação administrativa em prol da manutenção dos seus objetivos.

O gestor lembra também que atualmente a entidade recebe ajudas diversas, principalmente de alimentos para atender a demandas das casas de acolhimento. “Existem alguns parceiros que ajudam nessa necessidade”, confirma. Mas ainda é pouco.

A Comunidade Renascer existe há sete anos, sempre no combate à dependência química. Segundo o gestor, quem pode pagar pelo tratamento paga, quem não pode, não paga.

Dentre as ações desenvolvidas pela Renascer com vistas à arrecadação de recursos para ajudar no custeio dos seus serviços, está rolando o projeto “Eu acredito: resgatando vidas”, que busca sensibilizar pessoas no sentido de ajudar a “causa”. Qualquer pessoa por ajudar com qualquer quantia. É só fazer contato com a entidade, que também recebe apoio de voluntários nos serviços que são prestados.

“A casa está aberta à visitação da comunidade para que todos conheçam o nosso serviço à disposição dos dependentes químicos”, diz Alex Oliveira, coordenador administrativo.

CONTATOS – Qualquer contato com a Comunidade Terapêutica Renascer pode ser feito na sede, ou pelos telefones (53) 3305-7053, 8127-8213, 8425-2183, 8461-0583 e 8432-8030.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua opinião sobre os textos e fatos divulgados no blog são muito importantes, por isso, serão analisadas e posteriormente, se estiverem de acordo com os temas, liberadas.
Forte abraço!!!